Após 17 horas de negociação, PM resgata bebê mantida como refém pelo próprio pai
Após 17 horas de negociação, PM resgata bebê mantida como refém pelo próprio pai

Terminou com sucesso a operação realizada pela Polícia Militar do Espírito Santo para liberar uma bebê de apenas dois meses de vida, mantida como refém pelo próprio pai, na tarde deste domingo (28), no bairro Resistência, em Vitória.

Depois de quase 17 horas de negociação, os policiais militares convenceram o pai a libertar a criança e a se entregar.

Cerca de 55 policiais participaram da ação para resgatar a neném que era mantida como refém desde a 1h da madrugada.

De acordo com o comandante da Companhia Independente de Missões Especiais, major Rogério, equipes de negociadores e atiradores fizeram revezamento devido ao tempo e à complexidade da operação. “Apesar da complexidade da ocorrência nossos policiais estavam preparados para realizar a entrada no imóvel, e até mesmo atirar, caso fosse necessário”, pontuou.

Além dos militares, uma psicóloga que desenvolve uma iniciativa interdisciplinar em parceria com os negociadores desde novembro de 2018 auxiliou os trabalhos das equipes.

Segundo os policias, o pai da criança estava emocionalmente perturbado, provavelmente em decorrência de um desentendimento familiar. O homem chegou a ameaçar a criança com uma faca.

Após intensa negociação, o pai, um ajudante de pedreiro de 42 anos, decidiu entregar a bebê aos policiais militares, que foi acolhida e encaminhada aos cuidados médicos. A criança passa bem.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.