Após alerta feito pela Comissão de Infraestrutura da Assembleia, Palácio Anchieta abriu concorrência para contratar empresa que fará a manutenção

O Departamento de Estradas e Rodagem do Espírito Santo (DER-ES) publicou no Diário Oficial do Estado (DIO-ES) edital de concorrência para contratação de empresa ou consórcio para execução dos serviços de recuperação e proteção de parte das estruturas da Segunda Ponte que é de responsabilidade do Departamento, também conhecido como Viaduto Dom João Batista da Mota e Albuquerque ou Viaduto do Príncipe.

A Segunda Ponte está sob gestão de dois órgãos públicos: DER-ES e Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT). Na parte sob responsabilidade do DNIT as estruturas foram construídas predominantemente sobre o mar, entre o terminal rodoviário de Vitória e a alça que dá acesso à Estação Ferroviária Pedro Nolasco, em Cariacica. Já a parte sob gestão do DER-ES foram executadas obras sobre a terra, iniciando-se no município de Vila Velha e prolonga-se por uma extensão de 1.207,0 metros em sua pista principal, que liga as cidades de Vitória e Vila Velha, além de uma alça de saída do viaduto que possui uma extensão de 350,0 metros com direção ao Bairro Jardim América em Cariacica.

“Muito satisfeito em ver este edital na rua, pois é uma clara demonstração de preocupação, atenção e boa vontade política do governador Renato Casagrande que, junto com o diretor do DER, o (Luiz César) Maretto, não estão medindo esforços para atender o chamado da Coinfra e da população”, agradeceu o deputado estadual Marcelo Santos, presidente da Comissão de Infraestrutura da Assembleia Legislativa (Coinfra-ES).

De acordo com o edital publicado, a licitação, na modalidade de concorrência, do tipo “menor preço”, acontecerá na sede do Departamento, no dia 28 deste mês de maio, garantindo um conjunto de atividades desenvolvidas para eliminar defeitos e reduzir a velocidade de degradação da estrutura, prolongando a sua vida útil, com acréscimo ou substituição de materiais estruturais, para devolver condições próximas das iniciais ou, até melhores, na capacidade de carga.

“Ver resultado do nosso trabalho que nos anima a cada dia para seguir fazendo uma série de vistorias em obras públicas espalhadas pelo Estado através do acordo inédito de cooperação técnica entre a Assembleia e a Associação Brasileira de Engenharia Civil no Estado (Abenc-ES), dando aval técnico naquilo que verificamos e cobrando dos órgãos responsáveis para que sejam tomadas as medidas cabíveis, a fim de poupar a aplicação de recursos públicos bem como garantindo a segurança e a vida do cidadão”, comentou o deputado.

Ainda em 2017, a Coinfra já havia alertado da necessidade de manutenção na Segunda Ponte, após vistoria realizada no local. Durante a primeira reunião do colegiado neste mandato, em fevereiro, de acordo com o superintendente regional do Dnit no Estado, Romeu Scheibe Neto, o órgão fez um levantamento para avaliar a estrutura da Segunda Ponte e elaborar um plano de manutenção, que já foi submetido para a sede do departamento, em Brasília, na expectativa de publicar edital para execução das obras de manutenção ainda este ano.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.