As comemorações do Dia da Consciência Negra (20 de Novembro) começaram antes em Cachoeiro de Itapemirim, nesta terça-feira (14), com a abertura de uma exposição alusiva à data no Museu Ferroviário Domingos Lage, no Centro.

Fotografias e utensílios estarão à mostra no Museu Ferroviário

São expostas fotografias que retratam pessoas e manifestações da cultura afro-brasileira, bem como peças utilizadas na Comunidade Quilombola de Monte Alegre, antes e depois da escravidão, como arados artesanais e utensílios de cozinha

A exposição seguirá até 2 de dezembro, e poderá ser visitada de segunda a sexta-feira, das 9h00 às 18h00, e aos sábados, das 9h00 às 15h00.

“Os objetos e as fotos representam a história da comunidade como um todo. Para os mais jovens, será uma oportunidade de conhecer. Para os mais velhos, uma chance de reviver o passado”, destaca Leonardo Ventura, secretário da Associação de Moradores da Comunidade de Monte Alegre.

“A identidade de um povo está gravada em cada uma de suas manifestações artístico-culturais. E trazer esses utensílios de Monte Alegre para exibição é dar visibilidade a sua influência na cultura de Cachoeiro”, destaca a secretária municipal de Cultura, Fernanda Martins.

Até o final do mês, a Prefeitura pretende promover eventos culturais, educativos e de conscientização que buscam provocar reflexão sobre a situação da população negra no Brasil e difundir informações relativas à sua história.

Jornal Fato