Início Governo ES MODELO DO ESPÍRITO SANTO EM GESTÃO DE ROYALTIES PODE SER SAÍDA PARA...

MODELO DO ESPÍRITO SANTO EM GESTÃO DE ROYALTIES PODE SER SAÍDA PARA RIO

MODELO DO ESPÍRITO SANTO EM GESTÃO DE ROYALTIES PODE SER SAÍDA PARA RIO
MODELO DO ESPÍRITO SANTO EM GESTÃO DE ROYALTIES PODE SER SAÍDA PARA RIO
Governo capixaba sancionou lei que cria o Fundo Soberano do Estado com objetivo de ‘guardar as receitas do presente’ e evitar dependência da exploração do petróleo no futuro.

Uma anedota que corre entre os administradores públicos conta que o estado do Rio de Janeiro quebrou porque tinha muito dinheiro. Maior produtor de petróleo do país, anfitrião da final da Copa do Mundo e dos Jogos Olímpicos e principal cartão-postal do Brasil, o Rio não soube administrar o grande volume de recursos à disposição, gastou o que tinha e o que não tinha, foi sugado pela corrupção e faliu.

Como evitar que essa riqueza finita se perca e se torne um problema ao invés de uma solução? O tema volta à tona agora, depois do sucesso da recente licitação de petróleo em outubro, somado à proximidade do megaleilão de áreas da cessão onerosa do pré-sal em novembro — que vai garantir uma bem-vinda renda extra para os estados brasileiros. A Venezuela é caso típico: com as maiores reservas de petróleo do mundo, vive o caos econômico e político há anos.

O Espírito Santo achou um caminho, que pode se tornar um exemplo aos demais estados. Em junho, o governo local sancionou lei que cria o Fundo Soberano do Estado do Espírito Santo, o Funses. Seu objetivo é “guardar as receitas do presente para garantir o futuro das próximas gerações” e evitar que os capixabas fiquem dependentes da exploração do petróleo que ainda existe em abundância em seu litoral.

O fundo deve receber entre R$ 400 milhões e R$ 500 milhões por ano e tem dois focos. Parte será reservada para uma poupança, que o governador Renato Casagrande chama de “intergeracional”. “É um dinheiro que vai ficar investido por muitos anos e que não se deve mexer”, disse o governador à coluna. Ele só será usado no futuro em casos de extrema necessidade e muito bem fundamentada.

De 2019 a 2022, 40% do fundo será depositado nesta poupança; de 2023 a 2026, será 30% e a partir de 2027 ela terá 20%. Os 80% restantes serão destinados ao financiamento de empreendimentos privados que gerem receitas e empregos no estado. “E não queremos que sejam investimentos na área de petróleo e gás”, alertou Casagrande. Outra regra é que os projetos têm de ser rentáveis, pois o Funses precisa dar lucro para o poder público.

O governo entrará como sócio dessas empresas e procurará ser um indutor de novas alternativas para a economia local. Para garantir uma administração profissional dos recursos, um fundo privado será contratado. A gestão do fundo ficará a cargo do Conselho Gestor do Fundo Soberano do Estado do Espírito Santo (Cogef), formado por secretários de governo.

Em julho, foi feita a primeira transferência de recursos. Foram R$ 11 milhões da parcela mensal dos royalties do petróleo da Agência Nacional do Petróleo (ANP) para o estado. Até 2022, estima-se que ele terá em caixa cerca de R$ 2 bilhões.

A ideia é muito boa, mas não é propriamente uma novidade no país. Em 2008, no auge da euforia da descoberta das reservas de petróleo no pré-sal, o governo federal criou o Fundo Soberano do Brasil (FSB). Durou 11 anos, até setembro passado, quando foi extinto pela chamada Medida Provisória da Liberdade Econômica, que desburocratizou partes da economia.

Criado para “promover investimentos internamente e no exterior” e “fomentar projetos estratégicos para o Brasil fora do país”, o FSB se esvaziou com a crise fiscal, tornando-se inoperante. Chegou a ter R$ 27 bilhões em caixa. A proposta foi mal gerida e não deixou saudades.

No mundo, esses fundos são um sucesso há décadas. Governos como da Noruega, China e de países do Oriente Médio e Sudeste da Ásia têm o seu. Estima-se que o total administrado por fundos soberanos chegará a US$ 15 trilhões em 2020.

Esses fundos só têm vida longa em economias arrumadas, que possibilitam fazer essa poupança. É o caso do Espírito Santo, raro exemplo de economia estadual saudável. Por isso, é preciso ficar atento. No futuro, a gestão desse fundo por políticos pode representar um risco para essa boa ideia. A experiência capixaba merece ser acompanhada de perto.

Gustavo Paul é c oordenador de Economia da sucursal de O Globo em Brasília. Trabalhou nas redações de O Estado de Minas , Veja , O Estado de S. Paulo e Exame . Também foi assessor de imprensa do Banco Central e do BNDES.

- Advertisement -

Fique Conectado

16,985FansLike
2,458FollowersFollow
61,453SubscribersSubscribe

Leia Também

União Europeia nomeia oficialmente a China como fonte de desinformação sobre o coronavírus pela primeira vez

A Comissão Europeia nomeou oficialmente a China como fonte de desinformação sobre a pandemia de coronavírus. Em um comunicado de imprensa publicado em 10...

Irmã de Kim Jong-un ameaça Coreia do Sul com ação militar

A irmã do ditador norte-coreano Kim Jong Un emitiu uma ameaça militar contra a Coreia do Sul, prometendo retaliação não especificada sobre ativistas sul-coreanos...

Artigo: Os “neovândalos” e a nossa história

Vândalos são como hienas, atacam sempre em bandos. Era difícil combater vândalos antigos, e atualmente, mais difícil ainda combater os “neo-vândalos”. Eles entram em...

Artigo: Os “neovândalos” e a nossa história

Vândalos são como hienas, atacam sempre em bandos. Era difícil combater vândalos antigos, e atualmente, mais difícil ainda combater os “neo-vândalos”. Eles entram em...

Principal operador financeiro de Maduro, Alex Saab, é detido em Cabo Verde

Alex Nain Saab Moran, um empresário colombiano apontado pelas autoridades americanas de ser o principal operador financeiro do regime socialista de Nicolas Maduro na...

Fundação Bill & Melinda Gates financia ONG que comercializa pílula do aborto em todo o mundo

A Fundação Bill e Melinda Gates, um conhecido financiador de organizações pró-aborto, também está financiando uma organização internacional de “planejamento familiar” que distribui a...

Audiência de TV cristã aumenta em quarentena no Oriente Médio

A internet tem sido uma ferramenta essencial para propagação da mensagem de Cristo durante a quarentena. A emissora cristã SAT-7 recebeu sete vezes mais...

Casa de líder cristão pode ser demolida na Rússia por abrigar cultos domésticos

Por Portas Abertas Este mês, a Rússia celebra o final da União Soviética e a promulgação da Declaração de Soberania Estatal no país. O...

O que há em comum entre os protestos, a censura e a perseguição à direita?

Por Renato Giraldi O que há em comum entre os protestos, a censura e a perseguição à direita? Eventualmente, faz-se necessária uma visita aos...

Shoppings no Rio são multados e têm lojas fechadas pela prefeitura por conta de aglomerações

Em ação realizada nesta quinta-feira (11), primeiro dia de funcionamento dos shoppings no Rio, fiscais da prefeitura multaram o Norte Shopping, na Zona Norte...

Talvez te Interesse!

União Europeia nomeia oficialmente a China como fonte de desinformação sobre o coronavírus pela primeira vez

A Comissão Europeia nomeou oficialmente a China como fonte de desinformação sobre a pandemia de coronavírus. Em um comunicado de imprensa publicado em 10...

Irmã de Kim Jong-un ameaça Coreia do Sul com ação militar

A irmã do ditador norte-coreano Kim Jong Un emitiu uma ameaça militar contra a Coreia do Sul, prometendo retaliação não especificada sobre ativistas sul-coreanos...

Artigo: Os “neovândalos” e a nossa história

Vândalos são como hienas, atacam sempre em bandos. Era difícil combater vândalos antigos, e atualmente, mais difícil ainda combater os “neo-vândalos”. Eles entram em...

Artigo: Os “neovândalos” e a nossa história

Vândalos são como hienas, atacam sempre em bandos. Era difícil combater vândalos antigos, e atualmente, mais difícil ainda combater os “neo-vândalos”. Eles entram em...

Principal operador financeiro de Maduro, Alex Saab, é detido em Cabo Verde

Alex Nain Saab Moran, um empresário colombiano apontado pelas autoridades americanas de ser o principal operador financeiro do regime socialista de Nicolas Maduro na...