imageNOTA DE ESCLARECIMENTO

O SAAE vem a público informar que o desabastecimento ocorrido no último final de semana foi em virtude das condições climáticas.

A frente fria que atingiu o litoral sul modificou a corrente marítima, com isso realizou um bloqueio na foz do rio Itapemirim. Em função dessa barreira provocada pelo mar não houve condições da vazante da maré, ou seja, a água do mar que entrou no rio Itapemirim não retornava.

A permanência da água salgada no rio por longo período impossibilitou o SAAE de captar água, pois o teor de sal estava muito elevado. Posto que, só tivemos condições de ligar o sistema de tratamento de água durante duas horas por dia (sábado e domingo).

A cada ano está se reduzindo as chuvas na nossa região, o que deixa o rio Itapemirim com baixo volume de água, impossibilitando-o de segurar o avanço do mar e diluir a água salgada.
Esse fato é muito preocupante, tendo em vista que não sabemos até quando teremos água em condições de tratamento no ponto atual de captação (próximo a ponte velha).

Hoje (segunda-feira), já estamos com a situação mais favorável, haja vista que o bombeamento está ativo desde as 6h da manhã, com a capacidade máxima (vazão de verão), para darmos uma resposta mais rápida na recuperação do abastecimento.
Já estamos mobilizando o Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Itapemirim, Ministério Público e Poder Executivo de Itapemirim para atender a situação emergencial- BARRAGEM NO RIO ITAPEMIRIM-, assim, vislumbrando o bloqueio da água do mar para não misturar com a água do rio.
Também vamos apresentar uma nova proposta aos prefeitos de Itapemirim e Marataízes para transferir a captação de água para outro local mais acima do ponto existente.

A situação da salinidade na água promove paralisações no abastecimento, por isso é importante a reservação e economia de água tratada. Os imóveis que ainda não possuem caixa d’água devem providenciar a instalação. Os usuários que têm reservatórios incompatíveis com a demanda devem ampliar a capacidade de reservação.

1 COMMENT

  1. Mais uma desculpa esfarrapada!
    Durante esses dias foram uma desculpa por dia. Isso me leva a supor a falta de comando e responsabilidade dessa empresa.
    Se esse problema vem ocorrendo ano após ano já deveria ter sido feito investimento para que amenizasse esse imenso transtorno para a população.
    Incompetência total dos gestores do Saae aliada a falta de vontade política (e porque não falar incompetência) para resolver a situação.
    E por favor, não jogue a culpa novamente na população. Todos devem colaborar e saber utilizar racionalmente os recursos que temos, mas planejamento e gestão devem ser levados em consideração.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.