Um corpo em adiantado estado de decomposição foi encontrado no loteamento Pôr do Sol, no bairro Rui Pinto Bandeira, Cachoeiro de Itapemirim, na tarde deste domingo (24). Crianças, que brincavam na região, o acharam. Elas avisaram aos pais, que chamaram a polícia. O cadáver estava nu, com apenas um par de chinelos próximo, no fundo de poço de aproximadamente 7 metros, numa antiga caieira, desativada.

Ele foi reconhecido pela mãe e o padrasto como sendo de Rondinellii Mendes de Paula, 28 anos, desaparecido há cerca de duas semanas. Eles moram no mesmo loteamento. Entretanto, a confirmação ainda dependerá de exames científicos, pois a identificação se deu apenas pelo porte físico e, principalmente, pelo calçado encontrado próximo.

O loteamento Pôr do Sol fica no limite entre zona urbana e rural, já próximo ao distrito de Córrego dos Monos. O local, onde estava o corpo, fica em terreno cercado. Nele, moradores costumam descartar animais mortos. Foi por isso que o mau-cheiro não levantou suspeitas.

Nesta tarde, no entanto, com o sol a pino, o odor ficou mais forte. As crianças, que costumam passar sob a cerca brincar no pasto, foram ao local investigar o que emanava o cheiro. Pensavam, relatam os vizinhos, se tratar de um cavalo, mas se surpreenderam ao ver o homem morto.

Depois da mobilização de bombeiros, polícia e perícia técnica, o cadáver foi levado para o Departamento Médico Legal (DML), para autópsia. As circunstâncias e a causa da morte ainda não foram reveladas.

Fonte: Jornal Fato